Escolha uma Página

Capítulo 2: Um tamanduá que cabe na palma da mão

por

tamanduaí pequenoÉ no Brasil – e também em países como Venezuela, Bolívia e Colômbia – que vive o menor tamanduá do mundo: o tamanduaí.

Esse animal mede, no máximo, 40 centímetros de comprimento, sendo que mais da metade disso é cauda. Para se ter uma ideia, quando se enrola em torno do próprio corpo, o tamanduaí cabe na palma da nossa mão.

O nome desse animal foi dado pelos índios: em tupi-guarani, o “i” serve para identificar o que é muito pequeno.

Morador da Mata Atlântica nordestina e da Amazônia, o tamanduaí come formigas e tem como principais predadores as corujas, os gaviões e as cobras. À luz do sol, seu pêlo cor de mel brilha tanto que parece seda, mas, durante o dia, o menor tamanduá do mundo não gosta de ficar se exibindo por aí. Ele prefere dormir sobre galhos entrelaçados ou dentro de troncos de árvores.

Grande escalador de árvores, o tamanduaí, em geral, é visto sozinho, pois procura um par somente na época da reprodução. Os cientistas acreditam que ele viva cerca de 15 anos, mas, como estamos falando de um animal ainda pouco estudado pela ciência, não há certeza em relação a isso.

Aliás, se você está se perguntando por que esse bicho ainda é tão pouco conhecido – tanto que nem é possível dizer ao certo se ele está ameaçado de extinção, por falta de dados precisos –, saiba que não é moleza encontrar um animal que, além de muito pequeno, tem hábitos noturnos, vive no topo das árvores mais altas – algumas com até 40 metros de altura, o equivalente a um prédio de quatro andares! – e, para completar, quase nunca desce ao chão.

 

Podcast Tamanduaí

DSC07130